terça-feira, 26 de junho de 2012

Eras uma das pessoas que mais guardava no coração. Falava-te sobre tudo e não tinha segredos para contigo. Cheguei a contar-te coisas que nunca ninguém soube e temia que abrisses mãos de tudo isso. E tu abriste. Não só me deixaste de parte como esqueceste tudo o que passamos durante o meu mais querido e importante ano. E tu sabias que eu não iria aguentar ver-te partir. E, mesmo assim, ausentaste-te. Recolheste as raízes criadas e esmagaste os frutos originados no jardim da amizade. E lá foste tu. Agarrada a outro tipo de pessoas que, na minha opinião, ainda têm coração. Que se preocupam comigo e entendem que muitas das minhas más acções foram por e para ti. E é triste. Perceber que até elas - que passaram o tempo mínimo possível comigo - me compreendem melhor que tu. Observam cada golpe do meu coração e cada lágrima em silêncio da minha alma. E tu não. Tu só te entendes a ti própria. Ao teu mundo e aos teus amigos de data. Já que eu fui a temporária. 

22 comentários:

  1. que se passou? adoooooooooooooorei, o design está lindo*

    ResponderEliminar
  2. Doce, força! As pessoas quando partem, não imaginam a dor que deixam em nós, mas se essa ausência tiver de ser temporária, será. Coragem! Vai tudo ficar bem.

    ResponderEliminar
  3. Está bem, meu amor e não tens nada que agradecer!

    ResponderEliminar
  4. E eu que o diga, já tive de ambos, e abri bem os olhos. Por isso que sejam eles c falha de cartas :))

    ResponderEliminar
  5. Mas custa sempre, não é? Há de passar.

    ResponderEliminar
  6. adoro o a cara do blog! muito obrigado pelo comentário *

    ResponderEliminar
  7. Mas sabes, aí até as coisas podem estar mais calminhas e talvez vocês consigam resolvê-las.

    ResponderEliminar
  8. Percebo... Mas a vida dá muitas voltas.

    ResponderEliminar
  9. é mesmo, também adorei a frase dele, enquadro-me perfeitamente..
    já senti o mesmo que tu, vai passar vais ver querida.

    ResponderEliminar
  10. minha querida, mudei de blog, estou já no novo, passa por lá, espero que gostes * beijinhos

    ResponderEliminar
  11. uns melhores que outros como sempre, este ano eles exageraram um bocado no grau de exigência :s
    também fizeste? (:

    ResponderEliminar
  12. O Nicholas Sparks tem esse dom.
    Identifiqui-me tanto com este texto. Parece que todos temos alguem que já nos abandonou de uma forma ou outra...

    ResponderEliminar
  13. não tens de quê. As pessoas desiludem, não podemos deixar que isso nos deite a baixo. Muita força para ti :)

    ResponderEliminar
  14. Fazes tu muito bem! Eu ando sempre em conflito comigo própria quando isso me acontece.

    ResponderEliminar
  15. Sabes o que me irrita? No bom sentido claro.. É que compreendo cada palavra tua, mesmo que ela não guarde segredos.
    E a sério que achaste? Muito Obrigada!

    Ps: Temos mesmo!

    ResponderEliminar
  16. É verdade, nem sempre é bom. Mas sabe bem sentir-me compreendida, de certa forma.
    Bem eu também vou jantar aqui a nada. Não sei se a essa hora consigo, mas um pouquinho mais tarde talvez dê. Algo como 21h?

    ResponderEliminar