quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Sem Medos- XXVI

-Desculpa a demora, Jonny, mas .. - Não acabei a frase. O Jonny pôs-me o dedo à frente dos lábios para me fazer calar e beijou-me durante imenso tempo.
-Como é que tu estás? 
-Não estou bem .. Mas, vou indo. E tu?
-Estou mal ao ver-te assim,  como é de esperar. Fiquei preocupado quando sais-te de casa. Não me disseste nada, meu bem. 
-Não consegui, amor. Só de pensar que ..
-Não precisas de continuar a frase. Eu entendo que tenhas ficado preocupada com a tua mãe.- Sorriu e pôs-me as mãos no rosto.- Tu vais ficar bem, eu sei. Melhores dias virão.
-Oh Jonny .. - Comecei a chorar.- Está me a custar tanto! Aconteceu tudo de uma maneira tão inesperada!
-Eu sei disso, amor. Eu fiquei no mesmo estado quando o meu irmão faleceu. Mas sabes, eles não nos querem ver mal. Os primeiros tempos custam sempre, mas depois, acabas por ficar melhor. 
-Achas mesmo?
-Claro que sim.
-Amor?
-Diz, princesa.
-Ficas-te chateado ao saber que não vou voltar? 
-Não. Eu sei que, agora, deves de estar a 100 % ao lado do teu irmão e do teu pai. Eles precisam de ti. Nós podemos esperar. Vamos ter tanto tempo. 
-Exactamente.- Sorri.
(...)
-Bem, vou ter de ir andando .. Está se a fazer tarde e ainda tenho uma longa viagem para fazer. Sim, porque viveres no Porto não dá com nada. - Deitou-me a língua de fora.- Mas antes de ir, tenho uma coisa para te entregar.
-O quê?
-Pediste-me para que te respondesse à carta que me mandas-te. Cá está ela. Quando te sentires sozinha, lê-a. Vais ver que te vais sentir melhor. 
-Obrigada, Jonny.-Beijei-o.- Faz boa viagem e tem cuidado. Liga-me quando chegares. Amo-te!
-E eu a ti, meu amor. Venho ver-te de novo amanhã, está bem?
-Cá estarei à tua espera.- Sorri.

(Continua ..)

P.S.- Meus amores, a história está a chegar ao fim (e ele não vai todos os dias ao Porto! Vocês, no próximo capitulo, vão entender). Obrigada, kiss's!

25 comentários:

  1. gosto bastante desta historia, mas isso de ele ir todos os dias de lisboa ao porto e voltar, nao dá com nada, coitado do rapaz, qualquer dia morre de cansaço

    ResponderEliminar
  2. pois é querida.
    digo claro, With or Without You - Unknown :)

    ResponderEliminar
  3. As lágrimas de antes não mereceu, mas estas merece! elas estão a sumir-se rapidamente e isso agrada-me. :)
    Obrigada querida, eu vou conseguir ser forte. :)

    ResponderEliminar
  4. Obrigada querida mas eu acho que o meu mal foi sempre ter desabafado demais e no fim não soube agir pelo que eu própria achava que devia fazer.Mas de qualquer maneira, sei que posso contar contigo e tu já sabes, quando precisares, é só passares pelo meu blog. :)

    ResponderEliminar
  5. Obrigada minha querida.
    E se te relacionas com o meu pequeno texto o que te tenho a dizer é força. Não podemos deixar que alguém nos deixe neste estado.

    ResponderEliminar
  6. estou ansiosa pelo próximo capítulo , a história está a ficar linda !

    ResponderEliminar
  7. Sim, sem dúvida, hoje mais do que nunca sei que o tempo cura tudo. Leve o tempo que levar...

    ResponderEliminar
  8. tens razão. e eu não vou desistir princesa :)

    ResponderEliminar
  9. não está nada demais linda , e sim, espero que corra tudo bem :')

    ResponderEliminar
  10. Mas está a acabar bem :) E é disso que eu gosto :)

    ResponderEliminar