sexta-feira, 29 de junho de 2012

Admira-me a falta de capacidade que todos temos. Que todos admiramos, que a todos surpreende. Desconhecemos o abismo, o invulgar e o perigoso. Ignoramos as definições, os significados de cada qual. Possuímos uma excelente habilidade ao julgarmos o incógnito e ao valorizarmos o desencanto. Ao encontrarmos a verdade num poço de mentiras e a luz ao fundo do túnel. Certificamos a lealdade e perdoamos o fatal. Compramos a exactidão e abandona-mos a honradez. Corremos para o erro e tombamos para a queda. Falamos da morte e não existimos na vida. Não criamos, não confeccionamos. Somos humanos, somos clementes. Seres indulgentes, insistentes.

43 comentários:

  1. insistentes quando não devíamos, talvez. devíamos era insistir na felicidade.

    ResponderEliminar
  2. ambas temos esperança, isso é o ponto de partida para tudo. que a vida te sorria, Aninha.

    ResponderEliminar
  3. Não sei como agarrar as pessoas... sinto-me mal.

    ResponderEliminar
  4. nos até criamos, só que sao apenas coisas que devíamos deixar guardadas no nosso poço de segredos. adorei!

    ResponderEliminar
  5. Tens sempre uma capacidade enorme de retratar as coisas, fogo!:)

    ResponderEliminar
  6. Acho. Tens a cabeça bem assente na terra e sabes bem como somos, e quando o demonstras nestas palavras maravilhosas, eu fico encantada.

    ResponderEliminar
  7. Não, há pessoas que são interessantes e fazem as pessoas querer estar com elas, falar com elas, ficar com elas.

    ResponderEliminar
  8. então talvez devêssemos apagá-lo, porque só nos estraga nao é verdade?

    ResponderEliminar
  9. Então eu gostava de transmitir isso.

    ResponderEliminar
  10. Não sou interessante... não posso mostrar o que não sou.

    ResponderEliminar
  11. quando menos esperarmos, tudo voltará a brilhar.

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  13. já estou a seguir querida :)
    e deixei ask ahah

    ResponderEliminar
  14. Oh doce, às vezes penso assim, mas depois perco as forças...

    ResponderEliminar
  15. Oh, ele era um dos meus melhores amigos.. Enfim

    ResponderEliminar
  16. obrigada docinho. e concordo com o texto, somos mesmo assim.. Tão humanos.

    ResponderEliminar
  17. Parabéns, este post está deveras muito bom. Um Beijo :)*

    ResponderEliminar
  18. ves o ser human como ele realmente é , que capacidade !
    sabes que te admiro imenso (:

    ResponderEliminar
  19. passei por aqui com todo o gosto! adorei :D
    a seguir*

    ResponderEliminar
  20. não tens que agradecer queridinha :)

    ResponderEliminar
  21. por vezes insistimos demais no que não vale a pena :s
    Sabes, adorei o texto e desculpa a minha ausência :s

    ResponderEliminar
  22. "Falamos da morte e não existimos na vida" uma grande verdade, cheia de nexo em teu texto!
    Sabes? São estes desabafos, sinceros e puros, que nos fazem acreditar que ainda há pessoas com esperança na alma aqui na terra que tanta beleza tem para nos dar, basta querermos!
    Beijinhos, desta tua amiga que hoje começou a seguir-te e espera o mesmo de ti, ansiosamente,
    Pensando com Arte.

    ResponderEliminar
  23. Adorei o texto! E concordo plenamente contigo! (:
    Desculpa o atraso da resposta, estive fora :P

    ResponderEliminar
  24. Ah e ainda bem que consigo fazer os outros rir :D É bom animar gente virtualmente :P

    ResponderEliminar
  25. Não precisas de agradecer princesa. Este é mais um dos teus textos que adorei ler :)

    ResponderEliminar
  26. outro texto único e tão verdadeiro doce e oh, obrigada pela força coração <3

    ResponderEliminar
  27. Obrigada, meu amor. Já voltei. Tive saudades tuas!
    E se queres que te diga, as férias só me fizeram pior. Não consigo sequer pensar nele sem ficar com lágrimas nos olhos. Não aguento mais isto.
    E tu, escreves maravilhosamente, nossa! <3

    ResponderEliminar
  28. Respostas
    1. Obrigada, querida! Não tens blog, pois não?

      Eliminar
  29. Que texto tão bem escrito. Adorei <3

    ResponderEliminar
  30. adorei ! sigo*
    kiss* http://thedistanceruinseverything.blogspot.pt/

    ResponderEliminar