sexta-feira, 4 de maio de 2012


O meu coração não é uma mola. Não é algo que pode ser quebrado, agarrado e alongado até ao fim. Ele não aguenta tanto. Em tempos, fora considerado um objecto infantil, mas partiu-se e, oh, o arranjo ainda saiu caro. Estou a paga-lo em prestações e tenho que admitir que não tem sido nada fácil. Ou demora demasiado ou é enganado pelo meio. Cuidam dele, mas seguidamente, desprezam-no. Chamam-lhe amor, eu chamo-lhe hipocrisia. Coisas distintas, mas tão idênticas, no pensamento dos outros, heim? Contudo, agora que já parecia superior a todos os que lhe querem mal, perdera-se. Não se despediu e, se bem o conheço, deve andar longe. Talvez, para os lados de Peniche, ou de Sintra. Ou, então, talvez tenha mudado de país e até mesmo de continente. Não importa. Por favor, se o encontrarem perdido na solidão a remexer pensamentos, entreguem-mo. Ficarei eternamente grata. Eu confio em vocês. E tenho a certeza que ele também. Mudou de localidade, mas continua com a mesma alma. Ele, sabem? O meu pequenino coração.

64 comentários:

  1. está bem lindo o texto, adorei *-*

    ResponderEliminar
  2. concordo com o teu texto!
    e sabes, já acreditei mais que fosse capaz :/

    ResponderEliminar
  3. oh muito obrigada querida também gostei muito do teu c:

    ResponderEliminar
  4. Obrigada. É mesmo um gato!
    Adorei o teu texto! Espero que consigas recompor esse teu coraçãozinho :)

    ResponderEliminar
  5. gostei de todos os textos que li *-* parabéns adoro o teu blog!
    Estou a seguir!

    ResponderEliminar
  6. o amor, oh o amor .. adorei, escreves tão bem ! *.*

    ResponderEliminar
  7. Tenho a certeza que ele regressará quando sentir que o deve fazer... ;)

    ResponderEliminar
  8. é mesmo! muito obrigada meu doce, também adoro o teu, sem dúvida!

    ResponderEliminar
  9. Vou guardar, vou mesmo. É uma amizade demasiado preciosa para perder.

    ResponderEliminar
  10. querida o teu coração só tu o podes encontrar :) como sempre o texto está lindo e amei :)

    ResponderEliminar
  11. medo tenho sempre :c mas obrigado.
    eu acho que isto não vai dar em nada, acho que acabou por se tornar tarde demais para nós..

    ResponderEliminar
  12. mesmo querida. é tão mau sentirmo-nos assim.

    ResponderEliminar
  13. a cada dia aprende-se mais um bocadinho

    ResponderEliminar
  14. Um dia, quando menos esperares, vais olhar-te ao espelho e...?
    E vais descobrir que esse pequenino coração é grande, muito grande, e que Tu foste quem o encontrou, quem o "roubou" a quem o menosprezou...E irás sorrir e pensar ou reler tudo o que escreveste e dizer "como sou grande".


    Beijo n´oteudoceolhar*

    ResponderEliminar
  15. ohn , é tão bom ouvir isso ^-^ tambem tens um blog muy lindoo

    ResponderEliminar
  16. Está lindo fofinha! :)
    Espero que tudo melhore com o teu coraçãozinho.

    ResponderEliminar
  17. Olá! Eu estou a participar num concurso a nível internacional que se chama "F1 in Schools" e consiste basicamente na criação de um carro fórmula 1 em miniatura. É muito importante a divulgação da nossa equipa e por isso queria pedir-te que colocasses "Gosto" na nossa página de facebook, se achares interessante, é claro.

    Facebook: http://www.facebook.com/pages/F1-in-schools/395760360464614

    Era muito importante para mim! Beijnhos*

    ResponderEliminar
  18. adoro, adoro querida!
    és simplesmente fantástica e sabes? o meu coração também se encontra perdido a vaguear pelo porto...
    beijinho querida, esta lindo :)

    ResponderEliminar
  19. Foi, mas não foi nada de importante :)

    ResponderEliminar
  20. O teu pequenino coração tão forte, tão unico, tao teu vai voltar para ti. Só anda perdido, indeciso pelo que sente, pelo que vive. Ele vai voltar querida (:

    ResponderEliminar
  21. Oh, muitíssimo obrigada, meu anjo.
    Correu tudo lindamente. Nunca na minha vida improvisei tanto! Tive mais cenas do que era suposto, para cobrir os atrasos do guarda-roupa, e ao que parece, ninguém deu conta. Amei, mesmo! <3

    ResponderEliminar
  22. ele gosta de uma pessoa e essa pessoa acho que também nutre esse sentimento por ele e eu não quero estragar nada. e além disso acho que não consigo arranjar coragem para lhe dizer $:

    ResponderEliminar
  23. Eu tento aguentar, mas é cada vez mais dificil suportar esta dor.

    ResponderEliminar
  24. Adoro o texto, mesmo :$
    Tudo que está escrito, é verdade.
    Sigo, gosto muito do blog :)

    ResponderEliminar
  25. às vezes penso que é uma perda de tempo, outras vezes digo a mim mesma p não desistir, mas ainda não sei :s

    ResponderEliminar
  26. Agradeço-te desde já o teu comentario.
    Depois queria dizer que estive ausende durante um grande tempo, e queria dizer que para além de saudades vossas,
    leitores, tenho saudades de vós ler e que me leiam.
    Espero a vossa opinião sobre o meu novo post, e logo que possa comentarei o vosso.
    Com saudade,
    Pensando com Arte.

    ResponderEliminar
  27. não sabes o quanto gosto do teu blog, escreves tanto *.*

    ResponderEliminar
  28. que texto fantástico! prometo que se encontrar o teu coraçãozinho, devolvo-o na hora! quero-te bem*

    ResponderEliminar
  29. muito obrigada mesmo!
    quando precisares, estarei aqui tb :)

    ResponderEliminar
  30. Não tens de agradecer fofinha *.*
    Sim pus um like (:

    ResponderEliminar
  31. oh, sabe. sabe e bem. e eu sei que ele me ama, pode parecer mau eu dizer isto, mas eu sei que é verdade, e ontem tive uma 'prova' que ele sente tanto a minha falta como eu a dele. mas ele não sabe o que fazer, não sabe o que quer.

    ResponderEliminar
  32. gosto do teu blog (: sigo!
    eu estou aqui caso queiras seguir também http://goldendays2.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  33. Amo, *-*
    olha, tenho um desafio para ti no meu blogue :)

    ResponderEliminar
  34. obrigada minha querida pelas palavras (:
    também gostei do teu blog, e o título é uma realidade.
    sigo**

    ResponderEliminar