quinta-feira, 24 de maio de 2012

Diário da tua ausência #5

Olha para mim, novamente. Como é bom perder o meu olhar no teu. Bem podia vir um vendaval que eu me iria sentir segura somente a olhar para ti. 
És enigmático. Tens códigos e ao longo do tempo, parece que os descodifico. Bem podias facilitar as coisas, admite. Eu corro atrás da resposta, prometo. Corro, salto e guardo-a só para mim, se assim quiseres. Mas partilha-a comigo. Não tenhas medo. Eu preservo-a. Conservo-a aqui, neste doce diário e ninguém irá julga-la ou avalia-la. Nem mesmo eu. Oiço-a, guardo-a, escondo-a no diário e guardo-a no coração. Confia em mim, gigante. Não te vou deixar mal mesmo que a resposta tenha os vocábulos que quero e pretendo desconhecer. 

30 comentários:

  1. oh, muito obrigada qurida :) <3
    adorei este texto, mesmo lindo *-*

    ResponderEliminar
  2. O mais enigmático é sempre (ou quase sempre) o mais desejado.
    Acho o passarinho do lado direito adorável, btw :)

    ResponderEliminar
  3. "Como é bom perder o meu olhar no teu" e como é bom deliciar-me com os teus textos (:

    ResponderEliminar
  4. oh, muito obrigada! às vezes penso nele e fico toda triste e melancólica, mas eu sei que ele está sempre comigo por isso estou feliz.

    ResponderEliminar
  5. oh, muito obrigada! és uma querida

    ResponderEliminar
  6. e o teu amor? é lindo, é lindo e lindo *-*
    escreves tão bem!

    ResponderEliminar
  7. deixas-me sem palavras, meu anjo.
    e como sempre, um texto absolutamente fantástico, que me brinda a alma, assim que aqui chego <3

    ResponderEliminar
  8. Own :$
    Poderia ter sido eu a escrever isto :$
    Gostei imenso!!

    ResponderEliminar
  9. Gostei mesmo muito! como sempre! :D

    ResponderEliminar
  10. É mesmo querida, e sabe-me tão bem estar assim.
    E quanto ao teu texto, estou sem palavras. Escreves tão bem, e de uma maneira tão simples. Tu sabes que adoro todos os textos que aqui escreves, gosto deles palavra por palavra. Dá imenso prazer saborear cada silaba que escreves com tanto sentimento por detrás delas. Amei, mais uma vez, como sempre!

    ResponderEliminar
  11. Digo-te a verdade, e o que sinto perante os teus textos tão lindos. Ainda bem que gostas do que te digo princesa, é só verdades nada mais! <3

    ResponderEliminar
  12. Muito obrigada!
    segunda já vou tirar o gesso :D mas sabes? continuo com dores e vou ter de faltar a exibições de ginástica e vou fazer a ultima actuação deste ano com mesmo muito cuidado e muita sorte e não vou poder fazer saltos de tumbling nenhuns (mortais e assim)... Vou ter que recuperar muito devagarinho porque se isto não cura bem estou desgraçada para o ano se entrar em desporto!
    Mas vá, pelo menos é uma coisa que se pode recuperar, o pior são mesmo as dores e o facto de ter de usar muletas... :c

    ResponderEliminar
  13. obrigada querida. sim eu sei, ela há-de vir ter comigo ;)

    ResponderEliminar
  14. é verdade, doce, nem tentes negar <3

    ResponderEliminar
  15. chegou sim! aqueceu-me o coração, acredita.

    ResponderEliminar
  16. Obrigada querida! Que lindo que está o teu cantinho*

    ResponderEliminar
  17. Nem é pelo que está escrito, mas pela forma como o escreveste. Foi por isso que gostei.

    ResponderEliminar