terça-feira, 5 de junho de 2012


Sou um coração mole. Apaixono-me tão facilmente, que nem necessito de conhecer na totalidade o individuo por quem me apaixono. Não posso conhecer ninguém. Ou é por ser simpático e carinhoso, ou misterioso e discreto. Existe sempre algo que me faça perder a cabeça numa nova oportunidade. Oportunidade, sorriu ironicamente. Oportunidade, reflicto agora, não será certamente. O amor não é uma oportunidade. Nunca o foi, nunca será.
Porém, cada gesto sincero é uma vitória superada e uma declaração cumprida. Começa por ser uma conversa perfeitamente desconhecida acabando por ser a melhor. A base são as conversas animadas. A troca de números e de e-mails. Seguidamente, passa para os abraços quentinhos e para os beijinhos rechonchudos. E depois, sem saber como e porquê, existe um espaço vazio. Existe uma cadeira ao almoço preenchida pelo vazio e solidão. Existe a falta dos telefonemas à noite e o vácuo da estrutura do amante. E isso dói. Ter de encarar o amor raivoso e entristecido como um ser inquebrável, perigoso e doentio, dói. Oh, dói bastante.

38 comentários:

  1. Eu apaixono-me todos os dias pelo mesmo homem :)

    ResponderEliminar
  2. oh princesa, por mais que eu tente, não consigo acreditar que seja mas obrigada. e olha adorei o texto :')

    ResponderEliminar
  3. Muito obrigada, eu juro que amei este texto e o novo design do teu blog.

    ResponderEliminar
  4. Gostei da postagem, com o tempo verás que essas paixões começarão a aparecer de forma mais forte, mas nunca de forma tão regular. Um Beijo :)*

    ResponderEliminar
  5. fiz o meu melhor :p
    está simples e é isso que gosto nele.

    ResponderEliminar
  6. Porque não é fácil doce, há coisas que ficam sempre marcadas dentro de nós. E ele é uma dessas coisas, não consigo fazer nada. Tento refugiar-me de tudo e de todos, nem sempre consigo. Mas ainda assim, obrigada!

    ResponderEliminar
  7. Verdade. Confundo muitas palavras com falsos sentimentos...

    ResponderEliminar
  8. Mas vamos sobrevivendo assim... E assim damos valor aos pequenos gestos.

    ResponderEliminar
  9. Mas agora também não lhe digo nada .. Ele tem namorada!b

    ResponderEliminar
  10. Quando a inspiração voltar princesa (: e tu? <3

    ResponderEliminar
  11. a verdade é que só não chega!

    ResponderEliminar
  12. de nda querida :)
    a parte dos pulsos e das unhas não ... mas o resto sim :x
    Não te preocupes, eu vou ser :)))

    ResponderEliminar
  13. Verdade, verdadinha. Mas até somos boas pessoas. Eheh.

    ResponderEliminar
  14. Sofremos do mesmo mal, mas oh, acredita que há sempre um dia em que a sorte muda. Eu que o diga :)))

    ResponderEliminar
  15. Faz isso meu amor, quando receber, escrevo! Quero ler, então <3

    ResponderEliminar
  16. Antes que me falte dizer, adorei absolutamente o teu texto!
    Sim, lá isso é verdade. O mundo anda louco, não sei como é que somos capazes de ter uma mentalidade tão sã com uma sociedade como a nossa...

    ResponderEliminar
  17. Como compreendo :s
    Por favor, vê o meu último post. É mesmo importante!

    ResponderEliminar
  18. obrigada minha querida :)
    como estás?

    ResponderEliminar