sábado, 23 de junho de 2012

Estou presa no universo das palavras. Não consigo avançar nem retorcer. Não consigo mover-me e já fazem horas que estou a tentar libertar-me. As subclasses tentam consumir-me. Agarram-me, balançam-me e sussurram-me ruídos semelhantes a palavrões. Tal acto não é nada vindo destas. Sempre me deram pontos de vistas que, ainda hoje, me são essenciais e nunca me viraram as coisas. Hoje, talvez, estejam num dia mau. Talvez, tenham sido engolidas, como eu, e tenham medo de confiar novamente. Eu não me importo se houver algo naquele universo totalmente diferente de onde eu vivo. Outro ar, outra maré. Eu deixo-me levar, se não existir dor. Pelo menos, psicológica. Já não condiciono mais nada. 

13 comentários:

  1. Que bonita escolha de palavras, tens uma escrita muito linda! (:

    ResponderEliminar
  2. Mais uma texto fantástico. Um dos meus preferidos até agora minha querida!

    ResponderEliminar
  3. adoro as palavras que usas, ainda tão doces :)

    ResponderEliminar
  4. Hello honey, there's a Super GIVEAWAY going on at my blog and I thought you might be interested :)

    Know more at: http://blackbowtiie.blogspot.co.uk/2012/06/oasap-super-giveaway-of-152-items.html

    ResponderEliminar
  5. A sério. Cada vez tenho mais gosto em ler tudo o que escreves!

    ResponderEliminar