quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Então, finge de novo. Finge que isso que carregas dentro do peito é apenas um coração e nada mais. Finge que não precises de alguém e que esse alguém nem sequer percebe que tens sentimentos. Finge que não sentes a falta dele e que não o amas. Finge que não queres que o nome dele apareça no ecrã do teu telemóvel quando te sentes mais desamparada. Finge que não pensas nele o tempo todo. Finge que as palavras não te ferem e que as feridas já sararam à muito tempo. Vá, finge! Finge que não te afecta e que nada te atrapalha. Finge que vives feliz sem ele. Finge que não sentes falta dele. Finge que não existe nem sequer um espaço no teu pequeno coração para ele. Finge que não mentes. Torna tudo real. Mente. Finge. Guarda. Confia. Sê injusta contigo própria, incontrolável e imprevisível. Finge mesmo que não te importas e que não vês tudo o que se está a passar em teu redor. Finge que és forte o suficiente, mesmo que não sejas. Será melhor assim, e se não for, finge, também. Apenas, para parecer que irá correr tudo bem.

19 comentários:

  1. Às vezes o fingimento ajuda-nos a conseguir ultrapassar toda a dor. Mas claro, tem de haver sempre um momento em que se liberte toda a dor.

    ResponderEliminar
  2. tu não finges ser forte, tu és forte!
    como estás?

    ResponderEliminar
  3. oh, como eu percebo :c se precisares de falar, diz.
    eu, eu tenho-me lembrado muito do passado, o que magoa :s

    ResponderEliminar
  4. a sério? quanto tempo? deve doer tanto ver alguém a ocupar o lugar que era teu :c

    ResponderEliminar
  5. ele nunca mais disse nada, ou foste tu que nunca mais disseste ?

    ResponderEliminar
  6. aconteceu-me exactamente o mesmo. ( desculpa ter demorado a responder. )

    ResponderEliminar
  7. Uau, perco-me mesmo na tua forma de escrita e este texto está brilhante e tão verdadeiro que parece que todos nós de formas diferentes já passamos pelo mesmo, já questionamos da mesma forma. Adorei :)*

    ResponderEliminar
  8. sim, sei :\ lamento também por ti fofinha :c

    ResponderEliminar
  9. digo-te o mesmo, obrigado por tudo princesa, tens sido um grande apoio :)

    ResponderEliminar
  10. E é isso tudo que eu tenho feito ultimamente... Nada mais do que fingir. ;)

    Beijinho *

    ResponderEliminar
  11. Não é fácil fingir :)
    Os outros acham que está tudo bem , enquanto tu morres por dentroo :(
    Gostei do blog vou seguir
    Um beijo

    ResponderEliminar
  12. está lindo, gostei muito (:
    fingir por vezes aparenta ser o caminho mais fácil, mas nem sempre é, e quando é pode não ser o melhor

    beijinho*

    ResponderEliminar