sábado, 5 de novembro de 2011

Sinto-me num mundo à parte, e não pelas melhores razões. Com o tempo, volto a dizer, fiquei mais selectiva. Não só em relação às amizades, mas também às prioridades. Deixei de fazer tudo por alguém que não fazia metade daquilo que eu era capaz. Deixei de acreditar nas palavras que muitos me diziam, e que até, podiam ser verdadeiras. Construí uma barreira que está, agora, mais forte do que nunca. Muitos ainda tentam derrubá-la, mas eu construía a pensar nisso, e fiz-la à prova de balas. Dizem que mudei, mas, na verdade, eu não mudara. Apenas me cansei de mim própria. De me olhar ao espelho e ver sempre a mesma figura, a mesma alma. Mas não mudei, pelo contrário, continuo a ser eu mesma, mas com pequenas alterações, a que não chamamos de mudanças. Tornei-me mais forte. Agora, não escondo o rosto com o cabelo, só para não mostrar as pequenas cutículas de água a escorrerem-me pelos olhos. Agora, enfrento a vida frente-a-frente. Sem medos. E o meu pensamento tomou outro rumo.. Sinto-me num mundo à parte, e não pelas melhores razões.


19 comentários:

  1. 2Deixei de fazer tudo por alguém que não fazia metade daquilo que eu era capaz." Mas que frase encantadora. Sigo-te e certamente voltarei aqui muito mais vezes. :)*

    ResponderEliminar
  2. tudo o que escreves encanta uma pessoa, meu doce :)

    ResponderEliminar
  3. Adoro o teu blog :) Obvio que sigo :D
    Gostava muito que desses a tua opinião em relação ao meu : http://voltar-ao-inicio.blogspot.com/ e se gostasses, seguisses, era óptimo $:
    Beijinhos do tamanho do mundo *

    ResponderEliminar
  4. Realmente foi ótimo ter lido isso .

    ResponderEliminar
  5. espero que encontres o teu fio condutor ;)**

    ResponderEliminar
  6. amo seus textos...parabéns!

    http://hilariaoliveira.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. Terei todo o gosto em passar por cá e dar a minha opinião :)
    O texto tá lindoooo **-**
    Beijinhoooos *

    ResponderEliminar
  8. não é que não ande bem querida, é só que há coisas e pessoas que mexem demasiado com o meu sistema e me fazem questionar coisas que eu tinha como certas, e o pior é que quando reparei nisso, já estava demasiado apegada.. :x

    ResponderEliminar
  9. exatamente querida, é só aquele género de coisa que tu nem te apercebes que acontece e depois não te queres desapegar, mas sabes que é o melhor que tens a fazer :x

    ResponderEliminar
  10. este texto reflete uma maior maturidade da tua parte. cresceste, aprendeste e isso é muito bom!

    ResponderEliminar