sexta-feira, 8 de julho de 2011

"Hoje já nada sinto, já não acredito em palavras, desisti de compreender as pessoas e de as apoiar, de ter o sorriso mais bonito e de ter aquela palavra a amiga, não quero saber. De nada. De ninguém. Só de mim, vou começar a ser egoista e andar como quero, com calças ou de calções, descalça ou calcada, com ou sem maquilhagem. Vou ser eu. Eu mesmo!"


A67deb3039969330bb87222a4ed9b2cc_large

11 comentários: